José Serra Afunda Educação em S. Paulo

A partir do dia 29 deste mês, professores da rede estadual de ensino irão paralisar suas atividades para pressionar o governo do estado a retirar os Projetos de Lei Complementar (PLCs) que alteram regras na contratação dos professores. Na última quarta-feira, 14, o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) se reuniu com o secretário de Educação, Paulo Renato de Souza, para discutir o tema.

Por Camila Souza Ramos, na Revista Fórum

Uma das propostas do governo é obrigar os professores contratados por concurso a realizarem um curso de quatro meses, afastando-se de seus empregos e recebendo menos. Maria Izabel Azevedo Noronha, presidente da Apeoesp, afirma que a medida representa um gasto desnecessário de verbas públicas, e defende a formação continuada durante o estágio probatório, que é a formação continuada do funcionário público durante um determinado período.

Outra proposta criticada pelo sindicato é a nova forma de contratação dos admitidos em caráter temporário, limitando sua atuação a 200 dias. Para Maria Izabel, essa medida “estabelece, na prática, a rotatividade, que eles tanto combatem. A qualidade do ensino, nesses termos, vai ladeira abaixo”.

Leia a entrevista aqui no Vermelho

Gostou? Então copie esse post para seu Blog:



AddThis Social Bookmark Button

3 comentários

  • paulo roberto de azevedo  
    30/5/09 2:00 AM

    A educação está indo de água à baixo. Será que o povão não está percebendo? É em todo o pais que o enteresse pela educação é coisinha. Pois temos que lutar. Os governantes não querem pessoas sábias, pois a cobrança fará com que eles cumpram seus devéres ao pés da letra. Um povo Nalfa é ignorado e os políticos cresceram.

  • Anônimo  
    20/6/09 7:20 PM

    Os professores são a classe mais trabalhadora do país. Além de trabalhar na sala de aula e em casa sempre estão se atualizando. E olha só como os nossos governantes estão preocupados com a educação do país. O piso salarial do professor é uma vergonha, como é que esse país vai para frente gente?

  • Anônimo  
    22/6/09 9:07 PM

    É........sou professora de SP....a gente está penando nas mãos do Serra,ele dita as regras e nós professores temos que acatar.....senão corremos o risco de ficar sem emprego. A educação de SP, é um lixo.......essa progressão continuada, imposta em 95....para passar alunos sem saber, afundou literalmente com a educação em Sampa, eu tenho alunos de 2 colegial, 8 serie, que mal sabem ler e escrever.....aff!...contas eles não sabem fazer. Jose Serra diz que faz e acontece, aqui em sp ele só está prejudicando os professores e principalment, ALUNOS,agora vem com uma provinha punitiva pra contratar professor, não efetivo.....nossa fico passada, porém....me admira a aceitação dos professores que se deixam enrolar por esse governador, por causa de um bônus, teriamos que fazer greve....mas, essa categoria aqui de sp é muito desunida, enfim o homem faz e desfaz, passa pro cima da lei,humilha professor com este salário tenebroso, e os professores ficam parados, passivos, enfim cada um tem o governo que merece, eu que o diga....ainda bem que nunca votei neles. O resto que passa na tv, propaganda da educação de sp. é propaganda enganosa, nada do que passam é real, a escola de fim de semana.....aberta a comunidade, é um cáos, há furtos, consumo de drogas, violeência, etç. E agora vem querer dar uma provinha, .......pra que?????.......mostrar que a educação vai ficar melhor com professores capacitados........e os livros pornôs, enviados as escolas públicas, heim!!!!agora o Serra não sabe de quem é a culpa, nem o sr Paulo Renato, ora claro que eles sabem, pagam e muito bem a editora , e os dois Paraguais nos livros didaticos de geografia, ah!!!faz-me rir, e dizem que a educação de SP, é de 1 mundo, cruzes!!!!tenho dó dessas crianças que mal sabem ler e escrever.

Postar um comentário