Ricardo Berzoini convoca militância para ganhar as ruas na reta final

Em artigo publicado no Portal do PT, o presidente nacional do partido, deputado Ricardo Berzoini, faz uma análise das campanhas petistas pelo país e convoca a militância para ir às ruas e redobrar energias nessa reta final do primeiro turno.

Leia abaixo:

Na reta final, a hora da vitória

A militância do Partido dos Trabalhadores avança para mais uma grande jornada política nesta reta final do primeiro turno das eleições municipais de 2008. Das maiores metrópoles do Brasil às menores cidades, a estrela e o 13 têm marcado as campanhas com um extraordinário nível de participação, que deve se acentuar daqui até o próximo domingo.

Na condição de presidente nacional do PT, participei de campanhas do Amapá ao Rio Grande do Sul, do Acre à Paraíba, e vi um partido que cresce em todo o país, impulsionado pelo engajamento popular cada vez maior em torno de nossas bem-sucedidas realizações nas cidades onde buscamos a reeleição, ou na luta para conquistar os redutos onde ainda predominam velhos esquemas de poder.

Também pude ver de perto a disputa entre partidos aliados – e até mesmo adversários – pela imagem do nosso mais ilustre filiado, o presidente Lula. Nosso slogan do segundo turno de 1989 – AGORA SOMOS TODOS LULA – parece hoje sacramentado em todo o território nacional, refletindo a aprovação popular fantástica de um governo que gera empregos, distribui renda, combate as desigualdades, promove a cidadania plena e que, ao longo dos últimos seis anos, recuperou a esperança e a auto-estima do povo brasileiro.

Mas não é só a popularidade do presidente que está em alta. O resultado de nosso trabalho, de nosso programa e de nosso compromisso também aparece refletido nas pesquisas eleitorais, que apontam para um desempenho muito positivo para o PT nestas eleições, tanto nas cidades em que temos candidatura própria como naquelas onde apoiamos nomes de partidos aliados. É nesse cenário que nossas lideranças, dirigentes, ministros, parlamentares, sindicalistas, governadores e prefeitos, sem falar no companheiro Lula, têm se desdobrado em viagens intensas aos recantos do Brasil, todos a serviço da mesma luta.

Em muitas cidades nas quais as pesquisas nos excluíam das disputas, nos últimos dias estamos chegando forte. Alguns dizem que é “ajuste” de certas pesquisas encomendadas. Outros acreditam na tradição de mobilização na chegada. Não importa. Ao longo desses 28 anos, aprendemos que é na reta final que a vitória se consolida. Foi assim que crescemos e nos tornamos alternativa real na política brasileira. E é assim que, mais uma vez, vamos fazer brilhar nossa estrela.

Portanto, feliz por ver nossa bandeira tremulando em cidades tão diferentes de todo o território nacional, quero convocar a aguerrida militância petista a redobrar a energia, a afiar os argumentos, a entusiasmar as ruas, a desafiar os obstáculos e a conquistar, no peito e na raça, mais vitórias para o nosso projeto político.

Nesse domingo, vamos mostrar que nosso sonho é o melhor combustível para mover a história e iluminar o Brasil. Um grande abraço vermelho, de cinco pontas e com o treze estampado do lado esquerdo do peito.

Ricardo Berzoini
Presidente Nacional do PT e Coordenador do GTE

AddThis Social Bookmark Button

2 comentários

  • Weliton  
    3/10/08 10:21 AM

    Vamos "linkar" nossos blogs.

    Eu coloco seu link e vc coloca o meu.
    Me escreve no e-mail.

    Weliton Oliveira
    weliton-ro@ig.com.br
    http://otimonense.blogspot.com/

  • marcosomag  
    4/10/08 8:14 PM

    Crise e as eleições de domingo.
    Por marcosomag 04/10/2008 às 07:11


    É bom que nos lembremos de quais forças políticas implantaram no Brasil o agora naufragado neo-liberalismo para que suas propostas retrógradas não sejam redivivas no pleito que se aproxima.


    Estatização nos EUA, socialização de perdas, milhões de pessoas ameaçadas de ficarem sem casa enquanto o Governo cobre prejuízos de US$850 bilhões de banqueiros.

    Estas têm sido as notícias dos últimos dias. De um momento para outro, a arrogância neo-liberal se esfumou.O mercado que se auto-regula foi à lona, e apenas o socorro do "ineficiente" Estado pode ser a sua salvação temporária. Todo o besteirol liberalóide de Friedman, Hayek e Mises foi para a lata de lixo da História, fazendo companhia à máquina de fiar e ao machado de bronze, como diria Friedrich Engels.

    Neste momento, é importante que todos lembremos que o neo-liberalismo moribundo tem seus apoiadores no Brasil. Pior, fomos "cobaias" de seus absurdos postulados no Governo Fernando Henrique Cardoso, da coligação PSDB/PFL.

    A experiência não foi nada agradável para a população:desemprego em massa, privatização de serviços públicos, incluindo essencias como saúde, água e esgoto; enfraquecimento das poucas empresas públicas restantes.

    O caso mais emblemático foi o da Petrobrás.Debilitada em todo o período FHC, tentaram eliminar o seu significado do imaginário do povo brasileiro ao cogitar mudar seu nome para PetrobráX. O seu sucateamento incluiu a paralização da indústria naval e a compra de plataformas no exterior. O naufrágio da plataforma P-36, quando 9 trabalhadores perderam a vida foi o auge desse processo.

    Agora, os neo-liberais do PSDB e PFL (rebatizado como DEM) pedem seu voto nas eleições municipais.Eles tentam mostrar que são "bonzinhos". Dizem defender a saúde, educação e assistência social. Tentam esconder sua face de lobo feroz contra os Direitos da população pobre sob uma pele de cordeiro.

    Não sejam enganados! Eles são os mesmos de sempre, e tentando desesperadamente se desvencilhar da marca de uma política fracassada em nível mundial.

    No dia da eleição, mandemos para a lata de lixo da História do Brasil os neo-liberais daquí.PSDB/DEM e seus adoradores do "Deus" mercado, nunca mais!

Postar um comentário