Domingo, dia 29: o fim da ditadura militar

O filósofo Marcos Nobre, da Unicamp, em comentário publicado hoje, na Folha, chama a atenção para um acontecimento histórico que emergirá das urnas neste domingo, dia 29: a derrota definitiva da ditadura militar instalada no Brasil em 1964.

Nobre diz, com propriedade: "ditaduras demoram a morrer, mesmo depois que acabam".

Ele aponta o encolhimento (eleitoral e ideológico) do PFL neste pleito, como a pá de cal na esteira rolante responsável por trazer os interesses do regime militar para dentro do ciclo de redemocratização do país.

O PFL foi o núcleo duro da coalisão conservadora que se aclimatou ao ambiente da liberdade para submeter o Brasil a uma ração desconcertante de democracia política com autoritarismo de mercado. O auge do seu êxito - e fracasso para a sociedade - foram os oito anos de FHC.

O resultado desse desencontro entre democracia política e democracia econômica foi a crise de legitimidade do nosso sistema político - cuja reforma deve ser uma prioridade séria do segundo Lula.

A reeleição do presidente permitirá, ademais, consolidar uma ampla aliança de centro-esquerda com o PMDB, que rebaixará a influência do bunker conservador na cena política nacional, representado pela aliança entre PFL/PSDB e, o PPS, de Roberto Freire, recém-convertido ao neoconservadorismo.

Não surpreende, assim, os rumores de que setores PSDB, com o governador eleito José Serra à frente, já ensaiem a busca de novo recorte partidário, que lhes assegure um aggiornamento (atualização) da identidade política, após a implosão do tripé conservador.

Serra sabe que a subordinação a um PSDB desprovido de verniz "moderno", liderado pelo matrimônio entre Alckmin/Tasso e FHC, comprometeria de saída suas pretensões para 2010.

A reeleição de Lula, portanto, poderá não apenas esfarelar a coalisão conservadora hegemônica até há pouco, como tem tudo para inaugurar um novo degrau histórico no ciclo da redemocratização brasileira. Com um arco de alianças mais coerente e progressista no comando do país, a sociedade brasileira poderá finalmente decretar o fim da ditadura também no modelo econômico de desenvolvimento.

Nas próximas horas, os democratas e progressistas de todo o país devem cerrar fileiras para concluir uma tarefa histórica: domingo, dia 29 de outubro, o fim da ditadura militar.

Do Blog do Zé Dirceu

AddThis Social Bookmark Button

2 comentários

  • Anunciação  
    25/10/06 7:42 PM

    Oi,Guina,muito prazer.Sou eleitora de Lula mas estou muito chateada.Está me doendo ver na tv o presidente pedindo por favor,pra votar na roseana.Está doendo de verdade.

  • Igor Romanov  
    25/10/06 8:41 PM

    Caro Guina,
    Somente Ventania pode ajudar o Alckmin! Saiba mais no blog:
    http://alexeievitchromanov.zip.net

    abraço,

    Igor

Postar um comentário