Bastidores da rendição de Alckimin/Lembo ao PCC!

Por: Marcosomag

Excelente texto de Laerte Braga, jornalista que já trabalhou no "Estado de Minas" e "Diário Mercantil", relata a capitulação desesperada do desgoverno PSDB/PFL ao "verdadeiro" comando de São Paulo. Aquele cujo "palácio do governo" está agora em Presidente Venceslau."O Estado Encurralado"O comandante-geral da PM de São Paulo, coronel Elizeu Eclair Teixeira Borges, disse que não houve acordo com o Primeiro Comando da Capital (PCC) para por fim ao conflito entre o grupo e a polícia paulista. Houve acordo sim. E um acordo desesperado. Se vai ser cumprido ou não é outra história. Às duas horas da madrugada de terça-feira o PCC comunicou que iria atirar a esmo, em portas de escolas, pontos de ônibus e locais de grande movimento na capital e nas principais cidades do Estado.Pela manhã o governador Cláudio Lembo já havia capitulado. Hasteou a bandeira branca da rendição. Foi o único momento, em todo o processo que vem acontecendo desde o final de semana, em que o governador se manifestou. Isso porque recebeu instruções diretas do ex-governador Geraldo Alckmin. Alckmin estava preocupado com a repercussão dos fatos. No momento em que deixou o governo para ser candidato a presidente, afirmou que o PCC era passado. Acrescentou outro epíteto ao de corrupto. O de mentiroso. Vem a ser mistura de DASLU com OPUS DEI. Os ataques só terminaram - foram 215 atentados e 155 mortos, isso porque Alckmin acabou com o PCC - depois da conversa com Marcola, o principal líder do PCC. O ex-governador, no seu delírio de DASLU/OPUS DEI, que vem a ser mistura de fraude com inquisição, chegou a insinuar que o PCC estava agindo de acordo com o PT. Só faltou dizer que Chávez é quem financia. Aguarda-se a edição especial de "VEJA" com denúncias de acordo entre o PCC e o presidente via José Dirceu. É a tática dessa gente. Imputar aos outros o que é prática rotineira entre eles. O mundo DASLU/OPUS DEI, que vem a ser o mundo tucano, o mundo PFL, não tem a menor idéia de que o Estado está encurralado. Perdido e sem saída. Não existem preocupações com segurança pública. Mas com a chave do cofre. Só isso. Que diferença existe entre Marcola e um banqueiro, Olavo Setúbal e os lucros imorais do Itaú?
A lei foi feita para Olavo Setúbal parecer respeitável e Marcola bandido. São ambos bandidos.
Alckmin é o gerente. Já as vítimas...

Original esta em Fazendo Média

AddThis Social Bookmark Button

1 comentários

  • jose justino de souza neto  
    25/5/06 1:11 AM

    Para mim não foi surpresa o que aconteceu em São Paulo pois o "cântico" neo-liberal berrou à exaustão o refrão do ESTADO MÍNIMO. E o estado mínimo é uma condição para a hegemonia do MERCADO. Após mais de dez anos no governo, o PSDB/PFL que quase desmontou o Estado Brasileiro, conseguiu desmontar o mais forte dos estados brasileiros.
    A lei "darwiniana" do mercado não é a lei do mais "capaz"? Numa sociedade que possui governo, mas não possui ESTADO, o mais capaz não é aquele que está com as armas nas mãos.? Então...

Postar um comentário