Resultado do Referendo na Venezuela

Fonte:Blog Tirem as Mãos da Venezuela

3 milhões de chavistas não foram votar na Venezuela. Porquê?

Estamos em choque com a vitória do "No" no Referendo Constitucional da Venezuela. Seguramente não nos passaria pela cabeça um resultado destes. No nosso blog algumas razões foram apontadas. Todavia, necessitamos de ter uma percepção profunda e plena das razões deste resultado e das lições a extrair.

A revolução não terminou! Muitas vozes virão agora dizer que já tinha avançado demais, ou que a Reforma pecou por audaciosa, mas não devemos embarcar por aí.

O Camarada Luís (num texto que causou alguma polémica) levantou um sério problema que a Revolução enfrenta: a quinta coluna de reformistas, burocratas e carreiristas que minam e sabotam a Revolução por dentro.

É um facto! há muita gente de vermelho vestido que quer destruir a revolução, pois tem medo de perder (na geometria de poder da V República) a posição que alcançou encavalitando-se em cima da massas. Baduel foi um caso extremo - mas há muitos como eles.

Todavia, creio que explicar a derrota no Referendo apenas pelo papel dos reformistas não é suficiente. Tens toda a razão quando referes o papel totalmente contra-revolucionário dos dirigentes do PS no pós 25 de Abril.

Todavia, EM TODAS, as revoluções existiram, existem e vão continuar a existir reformistas e carreiristas que tentam sabotar o processo. A Rússia em 1917 não foi excepção. Têm de existir outras razões.

3 milhões de Chavistas não foram votar, porquê? Apenas pela acção de sabotagem e traição dos Baduels? Será que o movimento revolucionário tem cometido erros? Muitos dirão que se tentou avançar depressa demais, mas isso é um erro! Os 3 milhões de chavistas ficaram em casa não porque se avançou demais, mas porque se avançou de menos.

Um sector das massas está a cair na apatia, a ficar cansado. A Revolução tem quase 10 anos mas, não obstante os seus avanços sociais, a maioria do povo continua a experimentar grandes dificuldades herdadas dos 200 anos de domínio oligárquico.

Essas dificuldades têm sido agravadas ultimamente pela sabotagem e desorganização económica da burguesia; essas dificuldades subsistem porque os grandes meios de produção do país (ecepção do petróleo), todavia, continuam nas mãos da oligarquia buguesa.

Não foi por medo do socialismo que perdemos este referendo: a Oposição apenas ganhou mais 100.000 votos em relação há um ano! Se tivesse havido "muito medo" do perigo socialista, ou da instalação duma ditadura ou da eternização no poder de Chavez, teria havido um voto em massa na Oposição. Não foi isso que aconteceu!

Saiba mais aqui

AddThis Social Bookmark Button

2 comentários

  • Pluschkatt  
    5/12/07 2:38 AM

    A PERGUNTA PARA CHÁVEZ:
    "Por qué no te callas?"

    OS 124.962 VOTOS QUE DEVOLVEM ESPERANÇA À VENEZUELA
    Disseram “não” à reforma de Chaves:
    4.504.354 eleitores – 50,7%
    Disseram “sim”:
    4.379.392 eleitores – 49,29%

    Diferença a favor da democracia: 124.962 votos

    E O POVO DA VENEZUELA O FEZ SE CALAR!

  • Rokalentejano  
    5/12/07 4:10 PM

    Quem fez calar Chavez com o NO no referendo foi a ignorancia daqueles que não entende que o Socialismo defende os mais fracos, e todo o resto é um dominio capitalista que a unica coisa que nos permite é sonhar.
    ACORDEM POBRES...

Postar um comentário